quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Olha, a mãe da Noiva!

    Já sei, já sei. As chefes juntaram-se todas com a chefona e tiraram uma foto todas juntinhas (bem amiguinhas!). Dispensam-se as apresentações, começa pela X, no meio tem a Anna Wintour, ah esperem e no fim tem a mãe da noiva. É que não consegui descobrir se o "vestidinho" da chefe da Vogue portuguesa pertence a algum criador português (que seria o mais lógico, até!)mas que está um clichê de todo o tamanho está. Vestido comprido? Daqueles que arrasta no chão quando eu subo as escadas, que coisa mai linda!!!

Dá-me uma dor nos olhos e na alma quando vejo a foto e olho para o  lado esquerdo.
                                                       ***

domingo, 6 de novembro de 2011

Fashion Awards





A moda acompanha-nos quer queiramos, quer não. Está sempre presente em nós, da forma mais discreta à mais vistosa.
Para sermos fashion não existe uma receita mágica, é na minha opinião, antes uma procura do que gostamos de vestir com o trabalho que vai saindo das cabeças e mãos dos designers.
E se gostamos de ir às semanas da Moda e temos um designer, um fotógrafo, um editor preferido, também gostamos que estes sejam recompensados pelo seu esforço. E é isso que acontece nos Fashion Awards, que pela segunda vez marcam presença em Portugal e premeiam o que de melhor se faz ao longo do ano com a Moda.
O evento não foi de longa duração e depressa se premiou os nomeados nas diferentes categorias. A apresentação de Joaquim Monchique que a mim me surprendeu pela negativa, pois esperava dele um serão mais animado, não se concretizou. A má organização em relação a quem representava determinados nomeados, a paragem para retocar a maquilhagem em palco de Joaquim Monchique foi de um péssimo mau gosto e organização.
Mas nem tudo é fel. A proposta principal do evento realizou-se e muitos foram os convidados que encheram de bom gosto, ou nem tanto, o Teatro Tivoli.
A oportunidade de ver mais uma vez a Sofia Aparício encheu-me de alegria, sou uma fã incondicional dela, que me pareceu ir vestida por Alexandar Protic(mas sem certezas minhas).
A Raquel Prates também encheu o olho de muitas fashion bloggers que adoraram a proposta arrojada do outfit  da apresentadora.
Foi de uma alegria colectiva a vitória do Alfaiate Lisboeta na categoria de Melhor Comunicação Digital.
Nas categorias de Melhor Modelo Feminino e Masculino o resultado foi o que se esperava, com Sara Sampaio e os gémeos Jonathan e Kevin a vencerem.
Pela segunda vez consecutiva, a Lanidor venceu na categoria de melhor Marca Nacional e eu e muitos outros presentes no evento continuamos a perguntar-nos como isso é possível, pois a marca continua com um estilo muito distante das grandes massas portuguesas (mas pode ser apenas uma má interpretação minha).
Os Fashion Bloggers também foram uma presença marcada por muito bom gosto, por vezes maior que o de determinados convidados e a simpatia permitiu que muitos se conhecessem para além da realidade virtual.
O evento prolongou-se com uma after party de convívio e alegria dos vencedores, nomeados e restante staff que trabalha na sombra do resultado de muitas vitórias.








                                                       ***

terça-feira, 1 de novembro de 2011







Estes meninos quase se perderam no caminho, mas ontem lá chegaram e não me desiludiram nada.
Já tenho planos para eles depois mostro às minhas meninas e meninos claro.


                                                       ***

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A mim não me choca nada...



Penso que é mesmo do organismo de cada um. E para mim ela não caminha para a anorexia.Mas isso sou eu que até gosto de mulheres elegantes.




***

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Fashion Awards

Ora bem, hoje fui à conferência dos Fashion Awards - Nova Edição.
O evento terá lugar no dia 3 de Novembro no Teatro Tivoli em Lisboa, mas isso são detalhes. O que vos quero aqui informar é dos  nomeados para as quinze categorias dos Fashion Awards.


Melhor Criador


Aleksandar Protic
Luís Buchinho
Nuno Baltazar


Melhor Novo Talento


Andreia Oliveira
Fernando Lopes/ Hugo Veiga
Os Burgueses


Melhor Design de Acessórios


Guava (já aqui falei sobre isso)
Luís Onofre
Miguel Flor for Eureka


Melhor Marca Nacional


Decenio
Lanidor
Salsa


Melhor Marca Internacional


Diesel
Lacoste
Prada


Melhor Modelo Feminino


Dariia Makarova
Jani Gabriel
Sara Sampaio


Melhor Modelo Masculino


Bruno Rosendo
Jonathan e Kevin
Luís Borges


Melhor Modelo New Face


Fabiana
Fernando Cabral
Margarita Pugovka


Melhor Produtor Editorial


Joyce Doret
Paulo Gomes
Paulo Macedo


Melhor Maquilhador


Antonia Rosa
Cristina Gomes
Nana Benjamin


Melhor Cabeleireiro


Helena Vaz Pereira
Joana Oliveira
Miguel Viana


Melhor Design de Loja


Aleksandar Protic
Eureka Lisboa
The Lisboa


Melhor Comunicação de Imprensa


Anabela Becho
Catarina Rito
Manuel Arnaut


Melhor Comunicação Digital


Janela Urbana
O Alfaiate Lisboeta
Vogue Online


Melhor Fotógrafo


Frederico Martins
Mario Princepe
Pedro Ferreira




Agora resta-nos esperar pelo dia 3 de Novembro e que vença o melhor.


***

terça-feira, 16 de agosto de 2011



O estilo dela não é consensual, é frequente vê-la de soquetes e sapatos, ou laços, as críticas são muitas mas os elogios também são de perder a conta.
O We Agree to Disagree foi conhecer a responsável por trás disto tudo e trouxe algumas novidades.
A minha primeira reacção quando conheço pessoalmente bloggers não deixa de me surpreender. Realmente as imagens podem valer por mil palavras mas uma visualização ao vivo também é merecedora de muita justiça. O meu primeiro pensamento quando conheci a Ivânia do blog Ivânia Diamond foi que ela é muito mais bonita "in loco" do que em imagens. A simpatia é desarmante e fisicamente tenho a sensação que temos uma rapariga elegante como uma agulha de crochet(lembram-se?). 
O tempo passou a correr e gostava que tivesse sido mais, para aprofundar alguns assuntos, mas nestas coisas às vezes é mesmo assim, sempre a correr, e eu tinha um comboio para apanhar!!!
Com 25 anos e a estudar Gestão, a viver em Barcelos (o maior conselho do país!) pensamos que o meio é um impedimento para a criatividade: "é fácil pensar-se que por estarmos em grandes cidades somos mais um, mas na realidade sinto que se desperta muito mais o olhar em Lisboa ou no Porto do que aqui em Barcelos, onde acabo por passar despercebida" diz-me. 
"A Ivânia é sempre a mesma. Se tivesse mais meios económicos iria mostrar mais aquilo que gosto de paixão, quando vejo fotos de street styling com imensos blusões cheios de tachas identifico-me na perfeição, mas se tivesse mais meios o estilo não mudava tinha era uma maior capacidade de variar. A Ivânia é assim, gosta de coisas diferentes só que às vezes não dá para comprar determinadas peças porque são difíceis de encontrar nas lojas habituais ou porque não se tem dinheiro, mas se realmente tivesse oportunidade de ter todas as peças com que me identifico seria mais eu", quando lhe pergunto sobre o que a inspira a resposta é pronta "não consigo definir ninguém como inspiração, não consigo pensar que sou cópia de alguém, prefiro sempre pensar que o que me inspira é o que me vem à cabeça. De manhã, a primeira coisa que faço é ouvir música e não escolho a música, é automático, a música que me sai no momento é o que me inspira para o dia. É o meu estado de espírito que me inspira, não vou dizer que não há imagens que me influenciam, mas não penso, vou vestir porque vi algo igual."
Questionada sobre como interpreta ter sido a única blogger do país  que recebeu roupas do My Wardrobe diz que foi uma surpresa para muitos e para si também.
Com a máxima "nunca deixes nada por dizer" ficamos a saber o que não é novidade para ninguém, o mundo dos fashion bloggers não é fácil e é corroído por invejas mesquinhas,"mas tudo o que consegui foi com o meu trabalho".
Quando eu criei o blog com o nome o We Agree to Disagree foi precisamente por saber que não é fácil reunir consensos e a Ivânia é um caso claro disso mesmo, mas tem o seu mérito e o seu valor. É ela quem escolhe as peças com quem tem parcerias e não é simplesmente uma blogger como muitas outras que nos enfia imagens de produtos que a marca quer vender. Todos os dias de manhã tem o cuidado de se levantar mais cedo para fazer os posts diários às sete horas da manhã. 
Ser constantemente julgada pelos seus gostos é algo que já passa despercebido a Ivânia, perder amizades(se é que se podem chamar amizades) também já não é novidade, mas também teve acesso a muitas coisas novas e a conhecer pessoas incríveis, faz tudo parte do processo.
Se no século XVIII e XIX era fácil saber o que era in e o que era out em termos de moda, hoje é absolutamente impossível e estilo cada um tem o seu e a Ivânia é disso exemplo.

terça-feira, 7 de junho de 2011

E a Vogue.pt deste mês , hem?


Até ver, aconselho vivamente a entrevista a Elie Saab da Patrícia Barnabé.

Anos 70 de mãos dadas com a H&M

Roupas com um ar étnico, natural e rootsy dominaram os primeiros anos do anos 70, as pessoas exploravam o New Age, viajar mais barato tornou possível visitar lugares até aí distantes. Os hippy fashions da década anterior reformularam roupas com um ar étnico, usando o artesanato como o tricot, tapeçaria, tecelagem e tinturaria para o epicentro da moda.


H&M
Nos anos 70 novas inspirações nasceram das colaborações da moda e da arte como por exemplo de designers como Ossie Clark e Celia Birtwell e Bill Gibb e Zhara Rhodes. Em 1977 Malcolm Maclaren e Vivienne Westwood renomearem a sua loja como Seditionaries e simultâneamente lançavam a carreira dos Sex Pistols.
Enquanto isso em 1972 Diana von Furstenberg lançava o seu  famoso e eterno vestido wraparound que foi um grande hit. <<"Feel like a woman. Wear a dress." Five million wrap dresses later, she was touted as the new icon of female liberation and the most marketable designer since Coco Chanel.>>


Diane von Furstenberg wraparound dress
Parkas confortáveis, forradas no exterior com bolsos grandes, normalmente feitas de algodão e com o forro removível, inicialmente desenhadas para soldados, tornaram-se bastante populares nos jovens dos anos 70.
H&M
H&M
H&M
H&M
Assim como os macacões e os vestidos tubo em tons de branco, bege e pastel, os padrões e cores, sobretudo os motivos florais são tudo características dos anos 70, que vamos poder ver numa H&M perto de  nós, no próximo Outono/Inverno.

H&M

H&M

Fui eu a única...

Que li a entrevista da Alexa Chung e achei o contrário de todos? 
É que ela diz:"Blogs re ridiculous; they're just a mood of boards - unless you are Tavi..."
Ora vamos por partes, há blogs rídiculos que são só mood of boards(sem dúvida), há muitos outros que não. Paciência que a menina só conheço o da Tavi e a Tavi também tem muitos mood of boards.
Pena também, que já tenha aberto a discussão sobre o valor da Tavi por duas vezes aqui e aqui e nunca tive comentários suficientes que expressassem verdadeiras opiniões.


quinta-feira, 2 de junho de 2011

Guava - Parte II

Pois é maltinha eu tinha dito que tinha mais informações para dar sobre a Guava e se tudo correr bem teremos uma Guava - Parte III e IV, mas não se assustem que vai ser só coisas boas que vos vou mostrar. 
A marca portuguesa Guava da designer Inês Caleiro e sobre a qual eu escrevi aqui vai agora este Sábado começar a ser vendida em exclusivo na loja Akira na Calçada do Combro, Nº8. 
Akira - Reinvent your Reality está aberta de 2ª a Sábado e se quiserem mais informações é clicar AQUI que o Facebook além de ser a vida virtual dos dias de hoje, também dá as informações todas.
E agora mais umas imagens de uns modelitos para vos convencer que a Guava vale mesmo a pena.








P.S: Os sapatos que vão estar Sábado à venda são uma espécie de Edição Limitada e não são os modelos de Inverno. São alguns dos modelitos acima.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Mulher que é mulher...

traz sempre muita tralha ESSENCIAL atrás de si. Eu como passo a vida Porto - Lisboa e vice-versa um dia antes de fazer malas começo logo com náuseas. A quantidade de coisas que sou capaz de acumular é incrível. 
E portanto aqui ficam umas fotografias para ilustrar uma parte da " tralha" essencial(reforço) que eu acumulo.




Ora a ver se a gente se organiza, da esquerda para a direita tem os meus pincéis de blush, base, iluminador e anti -olheiras.
Na linha de trás o Nativa Spa do Boticário é óptimo para pernas cansadas e uso-o imenso no Verão tem um cheiro fresco a menta e relaxa imenso as pernas num banho de água fria(tudo contra as varizes e pernas cansadas), depois ao lado tenho o meu gel de Benefit para peles oleosas e desmaquilhante funciona cinco estrelas. Ao lado tem o meu creme Antirougeurs da Avène, tenho uma pele que no Inverno faz muitas epinges (uma espécie de rosáceas ásperas em determinadas partes da cara) este creme lavante é indicado para isso e também para peles muito sensíveis que ficam vermelhas com facilidade. Ao lado do creme da Avène tenho um da Uriage linha Hyséac, uso o creme e um sabonete da mesma linha pois  tenho uma pele oleosa no ombros e peito e consequências de uma adolescência inconsequente tenho muitas marcas, mas a minha vida mudou quando encontrei a linha da Hyséac da Uriage no banho uso o sabonete e depois o creme que me hidrata a pele sem a engordorar e causar novas espinhas ou pontos negros. Por fim, na mesma fila tenho o meu creme de rosto da Clarins sobre o qual já fiz um post AQUI e com o qual estou muito contente e por baixo do creme o meu esfoliante da Sephora que é um espectáculo por 12,90€ (se não me engano).
Na linha da frente e continuando da esquerda para a direita, tenho a minha base de rosto da Make up Forever e da qual sou uma fã incondicional, então quando alguém me diz que tem problemas de base eu digo logo: "Já experimentaste Make up Forever?!", meninas resulta mesmo, é cara mas rende muito e vale todo o dinheiro que se dá por ela. Depois ao lado tenho os meus dois tónicos, o diário e o desmaquilhante ambos da Sephora e que funcionam lindamente, já experimentei várias marcas e no fim de contas estes são muito bons e nada caros, além do mais adoro o sistema de "despejar" do tónico desmaquilhante, põe-se o disco em cima carrega-se e pufff está molhado sem desperdícios!!!
Agora vem a miscelânea da frente, tenho o spray que limpa os pincéis(eu sei que não faz parte directamente da minha beleza, mas segundo uma menina da Sephora um pincel bem tratado pode durar UMA VIDA, note-se!). Seguindo tenho o meu perfume Channel Nº5 que eu adoro, mas eu confesso ele não é meu é da minha mãe oferecido por mim(presentes daqueles envenenados) adoro-o sempre que posso uso-o e não dispenso o agradável cheiro que fica nas roupas. E como o  classificou a responsável da Channel, em conversa comigo "já não é o cheirinho da avó mas da neta da avó!".
Em diante tenho o meu revirador de pestanas que é milagreiro, o meu anti - olheiras da Make up Forever e os bâtons um é do mais antigo que pode existir porque já era da minha mãe e eu adoro-o outro é um hidratante da Khiehl's não dispenso, no Inverno sobretudo, o terceiro boião é de um bâton da L'occitane com uma rosa lá dentro é espetacular e tem uma cor super natural.
Logo de seguida tem o meu fantástico rímel que não troco por mais nenhum no mundo(até ver) que é o da Maybelline Colossal e o creme gordo da Barral dá sempre jeito para qualquer problemazito que surja.
Como sou muito branquinha sou uma tolinha por protectores solares e ali está o meu batôn protector da Uriage (acreditem não sou patrocinada pela Uriage, mas tenho uma relação muito especial com a marca).
Os meus quatro últimos ingredientes para ficar bela e amarela são o pó da Make up Forever que é para matificar e eu uso na zona T que é mais oleosa. O primer da Sephora que é muito bom, mas também já experimentei o novo da Boticário e gostei imenso. O meu blush da Shiseido isto do blush é uma coisa nova e portanto tem dias que saio de casa parecendo uma rosa bêbeda de tão "blushada" que vou. E por último sombra da Estée Lauder que saiu na Vogue 100 Edições mas eu não lhe passo muito cartão, tenho que lhe dedicar mais tempo.
E agora vocês percebem que eu não só acumulo tralha como falo pelos cotovelos!!! Tanto texto para falar sobre meia - dúzia de produtos.
É assim digam-me vocês de vossa justiça se também acumulam assim ou sou só eu. E que produtos guardam/têm um lugar especial para a vossa beleza!!!
                                                       Boa Semana
                                                              ***

sexta-feira, 27 de maio de 2011

H&M

A facilidade de entrar numa H&M e em menos de vinte minutos deixar lá 35€ ainda me surpreende, já não sei porquê!?








sábado, 21 de maio de 2011




Uma conversa que se alongou por mais de duas horas, numa tarde muito bem passada no Starbucks(sim, somos "dessas bloggers" que gostam de Starbucks)estive à conversa com a Joana autora do blog de moda Amberhella.
O esquema era simples, eu encontrava-me com ela às quatro horas no Starbucks e depois conversávamos sobre o que desse e viesse, assim foi.
Rigorosa como sou com as horas cheguei meia hora mais cedo, mas desenganem-se que ela não chegou nem um minuto atrasada.
Mal chegou reconheci-a logo, com os seus cabelos longos e loiros e dona de uma elegância invejável. O que me espantou foi a sua vivacidade, descontracção e a forma animada e contínua como fala sobre assuntos triviais e menos triviais.
Tive direito à estreia de um outfit diz-me ela, "trouxe a minha camisola nova da Topshop e as minhas novas sandálias da Asos"(giras penso eu!)
A conversa foi variada e ainda tive direito a uma explicação da Sara do Defeito de Fabrico sobre o que é vintage e o seu conceito. Falamos sobre a Lisboa Fashion Week, sobre a mítica carteira da Tavi que afinal não existia, o panorama nacional de moda, projectos e aquilo que a mim mais me fez identificar com ela, a moda como expressão daquilo que somos e do nosso estado de espírito, entre outros.
Na Lisboa Fashion Week foi um acaso, se é que se pode chamar de acaso, Amberhella diz que não houve tempo nem paciência para pedir credenciais para ir, arranjou bilhetes e foi dois dias. Dois dias óptimos onde teve a oportunidade de conhecer algumas bloggers portuguesas e onde também não teve oportunidade de se encontrar com outras que gostaria.
O seu designer preferido português é o Filipe Oliveira Baptista e diz que não se importava de dar determinados valores por uma peça dele, desde que gostasse. A importância está nas peças e não propriamente no designer.
Desportos preferidos são: compras, "gasto cerca de 60% do meu ordenado em roupa". E os dois vícios são: Melissas e perfumes.
E nos perfumes é que encontramos a maior curiosidade desta blogger que consegue perfeitamente dizer qual o perfume que temos apenas cheirando. "Sou viciada em perfumes e tenho mais de cinquenta, mas os meus preferidos são o HER do Narciso Rodriguez, o Miami Glow da Jennifer Lopez e que diz ser óptimo para o Verão, Flower Bomb do Viktor and Rolf e por fim mas não esquecido o Escada Magnetism."
Confesso que na conversa toda amei os lábios bem finos e cor-de-rosa do seu baton que lhe dão um ar de Barbie ginasta e porquê Barbie ginasta? Porque parece que nunca se vai partir, que é super ágil e quando algo desagradável acontece, ela dá a volta por cima com a sua característica mais marcante, a descontracção.
"Caí na Quinta da Regaleira num lago que devia ter uns dois metros de profundidade, fiquei toda magoada e estraguei umas calças novinhas que tinha usado para um post nesse dia, no dia seguinte comprei logo umas novas iguais porque as outras ficaram todas rotas, mas agora estou cheia de nódoas negras e arranhões, mas vim de saia, porque as minhas pernas têm que apanhar sol para ficarem morenas bem depressa, se fosse há uns anos atrás, não pensava assim. Tentaria esconder o problema até se resolver por si, agora não. As nódoas negras fazem parte de mim e do que me aconteceu."
Eu comento quem me dera conseguir ser assim, mas deve ser uma forma de estar que vem com a idade, Amberhella confirma vivamente que sim.
Os projectos que tem em mãos para o futuro passam por esta forma de estar na vida e transmiti-la aos outros mais concretamente a outras mulheres e jovens, uma forma de estar que demorou a adquirir mas com a qual hoje se identifica perfeitamente.
Aos 9 e aos 14 anos tive anorexia e aos 19 bulimia, todos temos problemas com o nosso corpo, mas é importante valorizarmo-nos pelo que temos e eu e a Sara do Defeito de Fabrico queremos ajudar as mulheres e raparigas a adquirirem uma auto - estima mais alta e realista do que são. Não sou nenhuma stylist nem pretendo ser, mas quero poder conversar e dar conselhos sobre a imagem e ajudar a melhorar a auto-estima de muita gente. 
Coordenar o blog com a minha vida profissional hoje em dia dá muito mais trabalho, ao início comecei a responder a todos os comentários que me faziam, quando o blog aumentou de fluxo e passou a ter mais comentários, responder a todos esses comentários leva-me muito mais tempo, mas se isso era uma característica inicial porquê mudar? Não, mantenho-a, faço-o com o maior prazer e recebo os melhores comentários do mundo, as pessoas são super simpáticas comigo, nunca tive um "hater", pelo menos que eu saiba. E por vezes recebo e-mails lindos e da maior simpatia.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Isto vai ser assim...

Eu juro que tentei e mandei mil e-mails mas recebi muitos: NÃOS!!!
O que eu queria era entrevistar algumas pessoas e ficar mais informada sobre o que fazem e transmitir-vos, mas era o que eu queria e portanto é um plano que vai seguir em frente mas mais devagarinho e vou tentar prometer-vos uma entrevista/conversa com alguém que eu considere importante no panorama da moda portuguesa ou de outros temas. Se não houver a tal entrevista por mês não me crucifiquem, é porque ainda não foi desta que eu consegui ou encontrei alguém que valha realmente a pena, há sempre várias hipóteses para que isso não aconteça.
A modos que vos prometo, para já a minha primeira conversa com uma fashion blogger bem conhecida por vós e que é das pessoas mais descontraídas com que me cruzei até hoje.

Até já
                                                                                                                                                               ***

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pechinchas



Ora para quem não sabe eu sou uma mulher de pechinchas. E por pechinchas é encontrar algo que quero muito a um preço mais baixo que o usual, daí os descontinhos da Sephora serem presentes envenenados (já falei sobre isso)
Este fim de semana fui ao Outlet de Vila do Conde sítio que frequento desde a sua abertura e que melhorou consideravelmente de qualidade!!!
Já estava eu quase a sair do Outlet quando me lembrei que precisava do blush em baton da Shiseido e porque não espreitar o preço na Perfumes e Companhia Outlet?!
A verdade é que eu andava a estudar preços há muito e se na Sephora do Porto o tinha visto a 40,60€ em Lisboa vi-o a 40,80, feitas as contas com desconto de 10% poupava X, mas depois por curiosidade lembrei-me de ver o preço numa Perfumes e Companhia e custava à volta de 35€ e eu fiquei perplexa porque ainda sou do tempo em que a Perfumes e Companhia era mais cara que a Sephora.
Mas no Outlet custava 33,30€ e eu não perdi tempo a comprá-lo que coisas destas não se arranjam todos os dias!!!
E lá veio ele todo laroca passear comigo na saquinha e agora na minha cara!!!



P.S: No Outlet diziam que ele fora das lojas custa cerca de 39€ mas eu fiz várias visitas a diferentes lojas da Perfumes e Companhia e nunca vi este preço marcado, no entanto...se alguém vir, avise-me que é para eu saber dos preços inflacionados!!!

Boa Semana
***